25 junho 2019

Carimbos Nominativos: SABROZA



CE 7



Carta lançada no correio de Sabrosa, datada de 20 de julho de 1855, e daí expedida para o Peso da Régua. Apresenta a particularidade de ter sido marcada na origem com a marca nominativa SABROZA batida em albino com vestígios de tinta azul, peculiaridades não associadas a esta marca.



Bibliografia:
PEREIRA, Pedro Marçal Vaz (2005) Os Correios Portugueses entre 1853-1900, Carimbos Nominativos e Dados Postais e Etimológicos, Vol. II. Madrid: FAFF 


11 junho 2019

Período de Transição entre as 1ª e 2ª Reformas



Gouveia (08.12.1869) -> Lisboa (10.12) -> St. Jean de Luz (14.12) -> Paris au Hâvre (14.12) -> Louviers (14.12)



Carta circulada de Gouveia para a França, conduzida por via terrestre, apresentando marcas datadas de trânsito de Lisboa, de entrada em território francês e de ambulância diurna. Foi franquiada com selo de 80 réis (CE 24) para pagamento do envio de uma carta de porte simples (até 10g), em conformidade com a convenção bilateral de 24.12.1865, em vigor a partir de 01.09.1866.
Este objecto postal apresenta a particularidade da franquia ter sido obliterada com o carimbo de barras tipo 3:2:3 (ditos da 2ª reforma postal) com o numérico 119. Efectivamente, na 1ª reforma, a estação postal de Gouveia serviu-se de carimbos circulares com 20 e 11 barras com o n.º 119, mas foi-lhe atribuído o n.º 136 no período da 2ª reforma postal.


        Gouveia                       Mondim de Basto

(clicar nas reproduções dos carimbos para observação de peças circuladas no período da 2ª reforma postal)


O serviço de correio foi reformado com o Decreto-Lei de 27 de Outubro de 1852 e a sua regulamentação em 4 de Maio de 1853, dando origem então, em 1 de Julho de 1853, ao período adesivo e à 1ª reforma postal.
Com o desgaste dos primeiros carimbos numéricos ovais de barras, em Setembro de 1869 deu-se início à distribuição por várias estações postais de novos carimbos de formato oval com oito barras, conservando estas os mesmos numéricos.
Poucos meses volvidos, com a ordenação do Decreto de 12 de Novembro de 1869, findou o período da 1ª reforma, dando início à 2ª reforma postal. Acontece, porém, que com esta nova reforma foram criadas novas direcções  postais, outras suprimidas e outras ainda deslocadas para novas administrações postais. Esta nova ordenação provocou, inevitavelmente, a alteração da ordem numérica atribuída a cada uma das estações postais. Com a adopção na continuidade do modelo de carimbo com oito barras, houve, portanto, necessidade de recolher e substituir os carimbos do novo modelo entretanto já em serviço. 
Esta trapalhada, para gáudio dos filatelistas, ocorreu entre Setembro de 1869 e Fevereiro de 1870, na esmagadora maioria em objectos postais franquiados com selos da taxa de 25 réis da emissão denteada de D. Luís I - Fita Curva.



Bibliografia:
PINTO, Fernando Oliveira (2010). "1ª Reforma - 2ª Reforma * Período de Transição" in Boletim do Clube Filatélico de Portugal n.º 429 de Setembro de 2010. Lisboa: Clube Filatélico de Portugal
Webgrafia:
Blog H2OcomGELO. https://h2ocomgelo.blogspot.com [Junho de 2019]

   

07 junho 2019

Marcofilia Diversa (20)



  
CE 2 - tipo II, azul



CB 5:10:5 n° 174 

Veiros, depois Campo Maior



06 junho 2019

Correio Aéreo (7)



Lisboa (20.10.1934) -> Rio de Janeiro (27.10)


Sobrescrito de porte simples (até 20g) circulado por via aérea de Lisboa para o Brasil. O serviço por via aérea foi prestado pela companhia AERO-PORTUGUESA até Tânger, aproveitando o enlace da linha aérea da Air France que operava, com início em Paris, passando pela África Francesa, até à América do Sul.


esta peça postal, com fins filatélicos, circulou para comemorar


a franquia dos objetos postais transportados neste primeiro voo foi obliterada com a marca de dia


e uma outra especial criada para o evento


franquia
CE 522 (2x) - Lusíadas
CE 563 (bloco de 8) - 1ª Exposição Colonial Portuguesa
Madeira - CE IP-1 (tira de 3)

Decomposição do porte (14$25)
1$75 - porte internacional, exceptuando Espanha (até 20g)
12$50 - sobretaxa do correio aéreo (cada 5g ou fracção)



Fontes:
Circular n.º 21, de 21.06.1934
Declaração de 14.07.1934, publicada no D.G. n.º 167, de 18.07.1934
D.G. n.º 246, 1ª Série, de 19.10.1934



04 junho 2019

Correspondência "Por Próprio" (2)



Lisboa (04.03.1951) -> Sittingbourne


Sobrescrito de duplo porte (21g - 40g) do correio registado, com serviço de entrega por próprio, circulado por via aérea de Lisboa para Inglaterra.


decomposição do porte (11$10)
2$30 - 1° escalão de peso (até 20g)
1$40 - cada escalão de peso adicional
5$00 - taxa do serviço de entrega por próprio
2$40 - 2 fracções da sobretaxa de correio aéreo (1$20 por cada 20g ou fracção)



Fontes:
Circular nº. 5004,72 de 12 de Abril de 1950
Diário do Governo nº. 98 - 2ª série, de 28 de Abril de 1950
Circular nº. 5004,78 de 25 de Abril de 1950


03 junho 2019

Inteiros Postais - BP: Açores - D.Luis I. Fita Direita





erro 

em vez de (COM RESPOSTA PAGA)




Bibliografia:
MARQUES, A.H. de Oliveira; LAMAS, José da Cunha (1985) CATÁLOGO DE INTEIROS POSTAIS PORTUGUESES - Vol. II. AÇORES E MADEIRA. ANTIGAS COLÓNIAS. MACAU. Lisboa: Edição CTT 





02 junho 2019

Inteiros Postais - BP: D.Luís I. Fita Direita




Inteiro Postal OM-7b 



erro 

em vez de POSTAL




Bibliografia:
MARQUES, A.H. de Oliveira; LAMAS, José da Cunha (1985) CATÁLOGO DE INTEIROS POSTAIS PORTUGUESES - Vol. I. Lisboa: Edição CTT



01 junho 2019

Inteiros Postais - BP: D.Luís I. Fita Direita




Inteiro Postal OM-4f 



erro 

em vez de UNIVERSELLE




Bibliografia:
MARQUES, A.H. de Oliveira; LAMAS, José da Cunha (1985) CATÁLOGO DE INTEIROS POSTAIS PORTUGUESES - Vol. I. Lisboa: Edição CTT



29 maio 2019

Correspondência Registada (1)



Lisboa (25.11.1901) -> Paris

CE 139 - denteado 11½


Sobrescrito de séptuplo porte (121g-140g) do correio registado, circulado de Lisboa para França.


decomposição do porte (505 réis)
455r - porte (7 x 65r)
50r - prémio de registo


Fonte:
Portaria de 01.06.1898, publicada no D.G. nº. 123 de 04.06.1898, em vigor a partir de 01.07.1898.


27 maio 2019

Encomendas Postais (3)



Lisboa (12.12.1897) -> Hamburgo (23.12) -> Basileia (25.12) -> Zurique


CE 139 - denteado 12½


Boletim de expedição de encomenda postal registada com valor declarado (500 francos), remetida de Lisboa para a Suíça, transmitida via marítima pela Alemanha. Além do selo de 5 réis correspondente à taxa do impresso Mod. 218, apresenta uma franquia no valor de 690 réis. O porte de expedição deveria, porém, corresponder a 880 réis, em conformidade com a tabela de portes publicada em 1896:
  • 550r - Porte de encomenda postal com destino à Suíça, transmitida via paquetes alemães; 
  • 280r - Prémio de seguro sobre o valor declarado (140r por cada 300 francos ou fracção); 
  •   50r - Prémio de registo. 

A aposição de selos adicionais no valor de 190r (fracção do VD + prémio de R ???) num dos impressos das declarações alfandegárias exigidas na transmissão estará porventura a explicação para a insuficiência de porte.