22 junho 2018

Marcofilia Diversa (19)




CE 40 - tipo IX, papel liso, dent. 12¾




CB 6:8:6 n.º 44 de Torres Vedras
(utilização de recurso?)






17 junho 2018

Marcofilia Diversa (18)



CE 13 - tipo VI


CB 4:3:4 nº 196

Castro Verde





16 junho 2018

Carimbos Nominativos: PICOTO DA MAIA



CE 57 - papel porcelana, dent. 13½






14 junho 2018

Carimbos Nominativos: BOUGADO



Bougado [10.07.1969] -> Porto (12.07)





Carta remetida de S. Martinho do Bougado, datada de 10 de julho de 1869, lançada no correio em Bougado e daí expedida para o Porto. No circuito postal, apresenta a particularidade de ter sido marcada com o nominativo na origem e a obliteração da franquia (CE 30 - tipo IX) no Porto. Sem registos de estar servida de estação postal em 1869, depreende-se que Bougado seria uma Distribuição da Direcção de Correio do Porto.




Bibliografia:



12 junho 2018

Correio de Bordo (19)



Funchal/Madeira (24.07.1914) -> Marca do vapor (07.08) -> Georgetown/Guiana Britânica (07.08)


reprodução da marca do agente postal a bordo


objecto postal conduzido pelo vapor "Prins der Nederlanden" da Mala Real Holandesa







S.S. (Steamship) PRINS DER NEDERLANDEN 
KWIM - Koninklijke West-Indische Maildienst





03 abril 2018

Perfins: Silva Laires Lda



Lisboa (31.10.1947) -> Baltimore/MD (E.U.A.)


perfuração: SL


Silva Laires Lda
Lisboa 
furos: 25 / altura: 9 mm / largura: 13 mm
data de autorização: 28.12.1933




11 março 2018

Correio de Bordo (18)



[Funchal/Madeira - 01.12.1927] -> marca do vapor -> Georgetown/Guiana Britânica (15 e 16.12)


reprodução da marca nominativa do vapor

reprodução dos carimbos (frente e verso)



Os selos da franquia desta carta de porte simples do serviço internacional (1$60) foram obliterados com a marca nominativa do vapor "S.S. Oranje Nassau" da Mala Real Holandesa, sendo a anulação reforçada no destino com o carimbo datado de Georgetown.
Apesar da ausência de anotações e de elementos postais identificativos da origem e de datação, este objecto postal foi lançado a 1 de dezembro de 1927, no Funchal. Vejamos:
1. A caligrafia, o destinatário (madeirense, advogado e vice-cônsul de Portugal na Guiana Britânica, filatelista...) e as peças filatélicas existentes são indícios inequívocos da sua procedência;
2. Na sua rota, o vapor "Oranje Nassau" não tocava portos em Portugal Continental;  
3. Nessa data, o "Oranje Nassau" deu entrada no porto do Funchal, tendo zarpado nesse mesmo dia rumo a Nova Iorque, fazendo escala em portos da costa norte da América do Sul e Mar das Caraíbas.







De acordo com o Art. 2º do Decreto n.º 11:238, de 14.11.1925, era obrigatória a utilização dos selos das emissões "Independência de Portugal" em dias a determinar. As estampilhas postais da 2ª emissão, viriam a circular durante o curto período de 29.11.1927 - 02.12.1927.



S.S. (Steamship) ORANJE-NASSAU
KNSM - Koninklijke Nederlandshe Stoomboot Maatschappij




23 fevereiro 2018

Serviço de Cobranças: reembolso (1)



Lisboa (14.05.1901) -> Erkner (18.05)
IP - OM 30A
CE 127 - papel liso, dent. 12 ½
CE 141 (x2) - papel liso, dent. 12 ½



Bilhete Postal, registado e sujeito a cobrança, remetido de Lisboa para a Alemanha. A franquia mista de 75 réis, composta por 20 réis do Inteiro Postal e por 55 réis em selos adesivos adicionais, corresponde ao envio de um bilhete postal (25 réis) e ao prémio de registo (50 réis) para a Alemanha, de acordo com a tabela de portes resultante do convénio da UPU, em vigor a partir de 1 de julho de 1898. O valor dos encargos inerentes ao serviço de cobranças (taxa fixa de 0,10 francos = 0,125 marcos = 25 réis + 0,50 francos = 0,625 marcos = 65 réis pelo prémio ordinário de emissão de vale postal internacional) era deduzido ao valor de reembolso, sendo transmitido ao remetente por meio de vale postal, ao abrigo das disposições resultantes da Convenção Postal Universal de Washington, de 15 de junho de 1897.
O "Catálogo de Inteiros Postais Portugueses - 1º Volume - Portugal" refere que os quatro bilhetes postais desta emissão e taxa (n.ºs 30A a 30D) foram retirados de circulação em 1.1.1899, erroneamente, pois o prazo de validade viria a ser dilatado por Portaria de 24.12.1898, perdendo o valor de franquia apenas em 1.9.1910, em conformidade com a Portaria datada de 9.6.1910.




08 fevereiro 2018

Serviço de Cobranças: recibos/títulos/obrigações (4)



Lisboa (22.07.1898)
CE 128 - papel liso, dent. 12½



Recibo à cobrança enviado por via postal através do seu Serviço Interno de Cobranças de Recibos, Letras e Obrigações. Em conformidade com o Regulamento Postal de 1892 (1), a aceitação de cada documento sujeito a cobrança era obrigatoriamente aposto um selo postal no valor de 10 réis, não lhe sendo aplicado qualquer estampilha fiscal devido a gozarem de isenção do imposto de selo os recibos de assinaturas de jornais assim como os relativos a anúncios publicados nos mesmos.



(1) Regulamento do Serviço dos Correios de 1892, aprovado por Decreto de 10.12.1892 e publicado no D.G. n.° 286 de 17 de Dezembro.
 

 

07 janeiro 2018

Carimbos Datados (tipo 1880): CURIA-PALACE



Curia (15.07.1943) -> Lisboa (16.07) -> Londres
Curia / Anadia / Aveiro