30 agosto 2012

Serviço de Cobranças: recibos/títulos/obrigações (2)



Outro impresso original do Modelo n° 1 (este do tipo 1890) do Serviço de Cobranças processado ainda no mesmo período do post anterior: 10 de Dezembro de 1892 e 13 de Junho de 1902.

frente e verso do original do impresso modelo n° 1 (tipo 1890)
papel camurça, formato 151 x 337 mm

Este objecto postal tem a particularidade de apresentar várias incorrecções. Não obstante o controlo de toda a documentação estar a cargo de funcionários experientes (fiéis de secções e chefes ou encarregados de estações telégrafo-postais), este exemplo prova a falta de atenção e rigor em várias fases do circuito:
  • A importância a cobrar ao devedor (um documento) era de 13$750 réis mas, o utente esqueceu-se de colocar um zero (nos espaços reservados ao valor do título e total);
  • Na estação telégrafo-postal de recepção não foi detectado o erro, aceitou e enviou os impressos e documentos para a estação telégrafo-postal de destino;
  • Por sua vez, o responsável encarregado pelo processamento do Serviço de Cobranças de Tomar, induzido no mesmo erro, lavrou e assinou o termo de conferência, escrevendo por extenso a quantia de trezemil setenta e cinco réis; porém, os valores da liquidação registados provam que a importância do documento a cobrar era efectivamente de 13$750 réis, sendo emitido um vale a favor do credor no valor líquido de 13$570 réis.

Deduções:
10 réis – taxa fixa por cada título cobrado;
150 réis – prémio do vale postal (50 réis por cada 5$000 réis ou fracção);
40 réis – imposto de selo aplicável à emissão de vales de correio nominais de valor superior a 5$000 réis (20 réis a importâncias superiores a 5$000 até 20$000 réis).


Sem comentários: