27 outubro 2009

Selos sem Taxa / Série A



Em Portugal, esta emissão base surge em 1985, e para os Correios de Portugal estes foram os principais argumentos e propósitos para a sua criação:

"As alterações das tarifas postais vêm originando, entre a data em que passam a vigorar e o momento em que os selos com os novos valores se encontram à disposição do público nas Estações de Correio, algumas perturbações resultantes sobretudo da necessidade de se proceder à combinação de vários selos de molde a que se atinja o valor de porte desejado. Atentos a esta situação decidiram os CTT - à sem elhança do que para casos idênticos vem sendo processado por outros países - criar uma nova fórmula de franquia cujo valor corresponde ao fixado por Portaria nos termos do Estatuto do Selo Postal, para o 1º escalão das correspondências de circulação interna. Esta fórmula de franquia referida como «Série A» destina-se à circulação interna e será vendida ao público em todas as Estações de Correio entre o momento em que entrarem em vigor novas tarifas e aquele em que as referidas estações forem abastecidas com novos selos de taxas adequadas".

Em 13 de Dezembro de 1985, impresso na Imprensa Nacional Casa da Moeda (INCM), foi então emitido o primeiro selo com estas características:

CE 1744
No canto inferior direito a indicação do impressor e milésimo INCM Imp. 85

À data da sua emissão, o valor facial fixado para este selo foi de 22$50, correspondente ao 1° escalão de peso das cartas internas. Passou a ter outros valores faciais a partir dos meses de Janeiro de 1989 (25$00), 1990 (32$00), 1991 (35$00) e em 1992 (38$00). Foram retirados de circulação em 31 de Dezembro de 1992.

Em 9 de Março de 1993, surge novo selo, impresso na INCM:
 

CE 2118
INCM Imp. 92


A partir de 1999 as novas tiragens foram efectuadas na Litografia Maia (LM), sendo os selos de maiores dimensões e diferente denteado:


CE 2118A
Imp. Lito Maia 99

Às datas das suas emissões, o valor facial fixado para estes selos foi de 42$00, correspondente ao 1° escalão de peso das cartas internas. Passou a ter outros valores faciais a partir dos meses de Janeiro de 1995 (45$00), 1996 (47$00), 1997 (49$00), 1998 (50$00), 1999 (51$00), 2000 (52$00) e em 2001 (53$00). Foram retirados de circulação em 1 de Janeiro de 2002.

Finalmente, em 2 de Janeiro de 2002 foi emitido novo selo, também impresso na LM:


CE 2842
Imp. Lito Maia 2002

A partir de 2004, surge nova tiragem/selo:



CE 2842A
Imp. Lito Maia 2004

À data da sua emissão, o valor facial fixado para a impressão de 2002 foi de 0,28€, correspondente ao 1° escalão de peso das cartas internas. Passou a ter outros faciais a partir do mês de Janeiro de 2003. Foram retirados de circulação em 30 de Abril de 2010.

Obs.: O selo impresso em 2004 escapou à esmagadora maioria dos filatelistas e, aparentemente, também a comerciantes. Actualmente, em novo, comercializam-se por valores acima dos 200€ / unidade.





Sem comentários: